Tributo da Mercedes a Easy Rider no Super Bowl

A Mercedes-Benz elegeu os irmãos Cohen para dirigir o 1º filme do modelo AMG, como marca de performance luxuosa, homenageando o filme “Easy Rider” e a canção “Born To Be Wild“.

O Super Bowl (domingo, 17 de fevereiro) é uma atração mundial. Congrega os apreciadores do futebol americano e dos incríveis comerciais que pagam até US$ 5 milhões para aparecer por alguns segundos nos intervalos publicitários mais caros da TV mundial.

Mais caros do que os intervalos comerciais da Copa do Mundo de Futebol, Olimpíadas, Oscar, UFC ou Grand Slam do tênis!

Veja artigo do AdAge sobre o  investimento publicitário nas 51 edições do Super Bowl, totalizando US$ 4,9 bilhões, e a evolução dos valores cobrados por cada segundo de veiculação, de 1967 a 2017.

A AdWeek revelou a versão estendida (60 segundos) do comercial dos irmãos Cohen para o modelo Mercedes-AMG, que aparecerá no quarto final da partida, quando a audiência atingir o seu pico  –  isto é, a versão de 30 segundos apenas, claro!

Aposto que será um dos comerciais que mais deverão agradar os telespectadores no domingo, sobretudo quem era jovem nos anos 60 e 70 e hoje pode cobiçar um carro de luxo e alto desempenho, como o Mercedes-AMG.

A presença do único ator sobrevivente da dupla protagonista do filme “Easy Rider”, Peter Fonda, reforça o vínculo e favorece o engajamento da audiência.

Para quem não conhece ou não se lembra, o road-movie “Easy Rider” (1967) conta a história de dois motociclistas, Wyatt (Peter Fonda) e Billy (Dennis Hopper), que viajam pelo sul e sudoeste dos Estados Unidos em busca de liberdade pessoal.

O filme aborda questões culturais e tensões sociais da década de 1960 na América, tal como o uso de drogas, o movimento hippie e a vida em comunidade.

O comercial do Mercedes-AMG é uma criação conjunta da agência alemã Atoni e da americana Merkley + Partners. A trilha sonora se concentra na mais famosa das 12 músicas emblemáticas, que compõem a paleta musical de Easy Rider”.

Born To Be Wild” da banda Steppenwolf serve também de mote para a assinatura da campanha: “Built to be wild“.

 

Sem comentários

Comente

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Planejador de marca e comunicação. Fundador da agência NBS. Vice-Presidente do Grupo de Planejamento. Presidente do Conselho Diretor do Instituto Socioambiental. Fotógrafo amador, blogueiro e pescador idem. Saiba mais
  • Últimas do Instagram