Quem se exercita acima dos 60 vive 5 anos a mais

Trinta minutos de atividade física por dia reduziram em 40% o risco de mortalidade em um grupo de velhinhos noruegueses, acompanhados ao longo de 12 anos.

oldMan

Foto Kamyar Adl

O estudo Oslo II acompanhou 5,700 indivíduos entre 68 e 77 anos. Foi publicado ontem, 14 de maio, no British Journal of Sports Medicine. Revelou também que menos de uma hora por semana e exercícios leves não surtem efeito.

No entanto, exercícios moderados ou intensos bem distriuídos, pelo menos três horas por semana (por exemplo, meia hora por dia, seis dias por semana) se mostraram tão impactantes quanto parar de fumar.

O Professor Ingar Holme do Departmento de Medicina Esportiva da Escola Norueguesa de Ciências do Esporte,  na Universidade de Oslo, conclama os governos a estabelecerem políticas públicas de fitness na terceira idade.

Comparados aos sedentários, os idosos fisicamente ativos tiveram cinco anos de vida a mais, comprovadamente.

A conclusão oficial:

Mesmo aos 73 anos de idade, a atividade física está altamente associada com a mortalidade em grupos de pessoas sedentárias e ativas. A ocorrência de riscos concorrentes não enfraqueceu essa associação de maneira notável. Estratégias de saúde pública em homens idosos deveriam incluir esforços para aumentar a atividade física, em paralelo com os esforços para diminuir o hábito de fumar.


Fontes: BBCBritish Journal of Sports Medicine, Flickr Kamyar Adl

Sem comentários

Comente

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Planejador de marca e comunicação. Fundador da agência NBS. Vice-Presidente do Grupo de Planejamento. Presidente do Conselho Diretor do Instituto Socioambiental. Fotógrafo amador, blogueiro e pescador idem. Saiba mais
  • Últimas do Instagram