A polícia é mera representante de um governo formado pelo povo para o povo - para todo o povo.

Até o xerife americano pensa melhor que o Bolsonaro

Cidadão branco americano escreveu para o xerife de Nashville reclamando da tolerância com os manifestantes contra os incidentes de Ferguson, Missouri, onde a polícia local matou um cidadão negro desarmado, recentemente.

Quando bloquearam a rodovia, “ao invés de serem ameaçados de prisão, ganharam café e chocolate quentes,” escreveu o cidadão. “Não sinto que seja isso um uso apropriado do dinheiro do contribuinte. O recado que fica é que podem fazer o que quiserem que serão recompensados,” acrescentou, segundo o site News.Mic.

O reclamante também escreveu que sentia Nashville menos segura e agora vivia mais preocupado com a família e o filho.

Steve Anderson, o xerife, pensativo, escreveu uma resposta exemplar, raramente esperada de um policial, muito menos nos Estados Unidos, mas extremamente fiel à constituição norte-americana.

Alguns pontos do pensamento do Xerife merecem destaque (leia a íntegra da matéria no News.Mic, em inglês).

A zona de conforto da maioria

Anderson addresses the man’s feeling that his opinions represent a “majority” and urges him to consider other points of view: “It is only when we go outside that comfort zone and subject ourselves to the discomfort of considering thoughts we don’t agree with that we can make an informed judgment on any matter. We can still disagree and maintain our opinions, but we can now do so knowing that the issue has been given consideration from all four sides.”

Anderson desmonta o argumento do indivíduo de que a sua opinião seria na verdade a opinião da “maioria” e conclama-o a considerar outros pontos de vista: “Somente podemos formar um juízo abalizado sobre qualquer questão quando saímos da nossa zona de conforto e nos sujeitamos ao desconforto de considerar outros raciocínios com os quais não concordamos. Podemos continuar discordando e  manter nossa opinião, mas o faremos sabendo que a questão foi considerada sob todos os pontos de vista.”

Respeito? Pela polícia, pelo governo, pelas pessoas

2. In offering an explanation as to what the man should tell his son about respecting police officers: “First, it is laudable that you are teaching your son respect for the police and other authority figures. However, a better lesson might be that it is the government the police serve that should be respected. The police are merely a representative of a government formed by the people for the people — for all people. Being respectful of the government would mean being respectful of all persons, no matter what their views.”

Ao explicar o que o indivíduo deveria dizer ao filho sobre respeitar a polícia: “Primeiro, é louvável que você ensine ao seu filho o respeito pela polícia e por outras autoridades. Todavía, a lição seria melhor se fosse respeito pelo governo que essa polícia representa. A polícia é mera representante de um governo formado pelo povo para o povo  –  para todo o povo. Respeitar o governo significaria respeitar todas as pessoas, não importam os seus pontos de vista.”

Viva a diversidade

3. And in offering other lessons the man might teach his son: “Nashville, and all of America, will be even more diverse when your son becomes an adult. Certainly, tolerance, respect and consideration for the views of all persons would be valuable attributes for him to take into adulthood.”

E ao avançar outras lições que o indivíduo poderia ensinar ao filho: “Nashville e toda a América serão mais diversas quando seu filho se tornar um adulto. Sem dúvida, a tolerância, o respeito e a consideração pelos pontos de vistas de todas as pessoas serão atributos valiosos para ele levar consigo para a vida adulta.”

É um alento perceber que a mentalidade Bolsonaro não é necessariamente a de todo policial. Há democratas e pessoas do bem em toda parte, em todos os partidos e todas as profissões. Assim como há trogloditas, fascistas e espíritos malignos.

Veja o artigo que The Tennessean publicou sobre o xerife: Nashville police chief shares message, responds to questions.”

xerifeVSbolsonaro.jpg.001

 

Sem comentários

Comente

Planejador de marca e comunicação. Fundador da agência NBS e do Grupo de Planejamento de São Paulo. Ex- Presidente e atual consultor do Conselho Diretor do Instituto Socioambiental. Saiba mais
  • Boletim do Jura