Alemanha lança app de garotas de programa

Ohlala é o 1º aplicativo de encontros pagos ou “paid dating”. Após os 7 a 1 no Brasil, os alemães dão aula em prol das garotas e da liberação da prostituição no mundo.

Ohlala é uma startup que visa eliminar os intermediários, gigolôs e cafetinas, a favor das garotas de programa e seus clientes: é o “Uber das Escortes”, segundo o TechCrunch.

A ideia é simples: assim como se trata um traslado diretamente com o motorista, trate-se o programa com a própria garota.

O trajeto que se faça no traslado e o que suceda no programa são assuntos de ordem estritamente privada e confidencial. Dizem respeito única e tão somente ao motorista e ao passageiro, no caso do Uber, e à garota e ao cliente, no caso do Ohlala.

Primeiro importantíssimo detalhe: a prostituição é permitida legalmente na Alemanha; o Uber ainda não, em quase nenhum lugar no mundo.

Pia Poppenreiter, retratada por Laura Jost - Le Monde

Photo Laura Jost – Le Monde

Segundo: Ohlala tem uma CEO e fundadora austríaca de 28 anos, que se chama Pia Poppenreiter, sobrenome esse que associa duas palavras em alemão, “copular” e “cavaleiro”.

A mídia do mundo inteiro adorou. Como disse Le Monde, a Pia rapidamente virou “la star de la scène Sex Tech (pour sexe et technologie) berlinoise.”

É a segunda tentativa dela, que no ano passado foi co-fundadora do aplicativo Peppr com o mesmo propósito. Deixou a sociedade no começo do ano e inaugurou Ohlala, inicialmente como um aplicativo web para Berlim, Frankfurt e Munique.

No Ohlala, o cavalheiro (gentleman, como o cliente é chamado) diz o que ele quer: quanto quer gastar por hora, qual a duração do encontro, em que local deseja encontrar a dama  (lady, como a garota de programa é chamada) e quais são as suas preferências pessoais.

As ladies que estão nas proximidades recebem a solicitação, sem que o gentleman saiba, e aquelas que quiserem, liberam o seu perfil para o interessado conhecer. Em seguida, conversam por chat e fecham ou não um encontro.

ohlala

 


Fontes: Coed, DW, TheTelegraph, DigitalTrends, TechCrunchBusiness Insider, Ohlala,

 

Sem comentários

Comente

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Planejador de marca e comunicação. Fundador da agência NBS. Vice-Presidente do Grupo de Planejamento. Presidente do Conselho Diretor do Instituto Socioambiental. Fotógrafo amador, blogueiro e pescador idem. Saiba mais
  • Últimas do Instagram