A nova propaganda dos AirPods e os velhos comerciais dos iPods

Ao som de “Down” de Marian Hill, o primeiro comercial dos AirPods, novos mini-fones de ouvido sem fio da Apple, segue a mesma estratégia publicitária dos iPods entre 2004 e 2008.

Lembra-se das silhuetas negras dançando loucamente sobre um fundo multi-colorido, com os fones de ouvidos brancos balançando? Era sempre uma música exclusiva que rapidamente se tornava um hit na parada de sucessos.

Quem me chamou a atenção para essa semelhança foi o blogueiro  

Sem dizer uma palavra, os comerciais dos iPods ensinaram as características dos produtos visualmente. Creio que o comercial atual dos AirPods, também sem palavras, demonstra a versatilidade e a “fixabilidade” dos mini-fones nos ouvidos: não importa o que você faça dançando, eles não caem. Assina: “AirPods. Praticamente mágicos”. A música e dança criam o clima de magia.

O que mudou? A Apple trocou os panos de fundo coloridos das silhuetas pelo cenário urbano da Cidade do México em preto e branco. O dançarino é Lil’s Buch especialista em “freestyle“. A realização é mais sofisticada, mais cara. É um comercial gostoso de ver e escutar.

O canal EveryAppleAd no YouTube tem um rolo histórico de 13:16 minutos com todos os filmes de silhueta, que a Apple veiculou há cerca de uma década, incluindo comerciais do iPod + iTunes com Bob Dylan, Paul McCartney, Eminen, Wynton Marsalis, Coldplay e uma versão extendida de Vertigo do U2. Relembre:

Sem comentários

Comente

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Planejador de marca e comunicação. Fundador da agência NBS. Vice-Presidente do Grupo de Planejamento. Presidente do Conselho Diretor do Instituto Socioambiental. Fotógrafo amador, blogueiro e pescador idem. Saiba mais
  • Últimas do Instagram